free online dating
dating websites
free online dating
asian dating
dating site
free online dating sites
free dating sites
best dating sites
free dating
free online dating sites

Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Premium WordPress Themes - AppThemes

Aparecida de Goiânia é contemplada com 11 novos leitos de UTI

| Notícias | 23 de setembro de 2013

Humana UTI, no Hospital Garavelo
Humana UTI, no Hospital Garavelo

Humana UTI, no Hospital Garavelo

Foi inaugurada na manhã de hoje, 21, a Humana UTI, no Hospital Garavelo – instituição particular conveniada com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) – com 11 leitos adultos, sendo um humanizado com suíte onde familiares podem permanecer 24h junto do paciente internado.

A nova UTI, que tem 400m², fica no segundo pavimento do Hospital e conta com o suporte de uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, dentre outros profissionais, e foi avaliada por profissionais do setor como uma das melhores do Estado em equipamentos e estrutura, como afirma um dos proprietários da Humana UTI, empresa terceirizada responsável pela implantação do espaço no Hospital, o médico intensivista Rúlio Max de Freitas.

“Goiás tem cerca de 4 UTIs humanizadas, mas a nossa é a primeira com suíte particular para os familiares, o que, principalmente para pacientes crianças e idosos, ajuda muita na recuperação de qualquer enfermidade. E nossos equipamentos são de última geração, como os usados nos melhores hospitais do mundo”, garante Rúlio. O Hospital firmou convênio com o município para que 10 leitos de UTI também atendam a demanda pelo Sistema Único de Saúde (SUS) após o credenciamento, que está a cargo da SMS.

Lembrando do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, comemorado hoje, o secretário municipal de Saúde, Paulo Rassi, ressaltou que cerca de 80% das pessoas atendidas no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) são vítimas de acidentes e que os leitos de UTI são essenciais para atender grande parte desses pacientes e evitar ou reduzir seqüelas e deficiências diversas.

“Não só Aparecida, mas o Estado de Goiás precisa dessa UTI. 11 parece um número pequeno dada a imensa demanda, mas aqui vidas serão salvas todos os dias. Temos um grande déficit desse tipo de leito e por isso que lutamos tanto para viabilizar esse convênio. Hoje vemos pessoas no Brasil inteiro sofrendo com a falta dessas unidades”, frisou o secretário.

A inauguração contou com a presença do secretário Paulo Rassi, dos deputados estaduais Daniel Vilela (PMDB) e Hélio de Sousa (DEM), dos vereadores Gustavo Mendanha (PMDB), Delegada Cibele (PSDB) e Gilsão Meu Povo (PRTB), e do presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos (Ipasgo), Francisco Taveira Neto, que representou o governador Marconi Perillo.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal

97 visualizações, 0 hoje

Polícia prende suspeito de matar jovens em Aparecida de Goiânia

| Notícias | 4 de setembro de 2013

Thaygo Henrique está preso
Thaygo Henrique está preso

Thaygo Henrique está preso

Já está preso Thaygo Henrique Alves Santana, 18 anos, suspeito de matar os quatro jovens em Aparecida de Goiânia, crime que chocou a cidade. A ação foi conduzida pelo Grupo de Investigação de Homicídios, GIH, de Aparecida de Goiânia. Ele foi acusado pela namorada, que contou tudo em depoimento à  Polícia, após ser resgatada na última segunda-feira.

A prisão aconteceu por volta do meio-dia desta quarta-feira, e além de Thaygo, foi preso Alisson Pereira, conhecido como “Blin-Blin”, 18 anos, suspeito de participação na chacina. Houve troca de tiros entre a Polícia e os acusados, e o suposto comparsa foi atingindo de raspão na cabeça e encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia, Hugo. Um menor, de 15 anos, também foi conduzido pela Polícia, mas a participação dele no crime ainda não foi comprovada. Com os suspeitos foram apreendidas uma pistola 44 e um revólver calibre 38 e maconha.

Vítimas

Denis Pereira dos Santos, de 16 anos, Daniele Gomes da Silva, de 15 anos, Raissa de Souza Ferreira, 15, e Neylor Henrique Gomes Carneiro, 18, foram mortos com um tiro na cabeça cada um, no Parque Estadual da Serra das Areias, local próximo às suas residências.

Motivo do crime

O motivo dos crimes seria ciúmes após o acusado ver uma mensagem postada por Neylor, um dos garotos mortos,  no perfil da jovem no Facebook. “Ele me perguntou onde o Neylor morava, mas eu não sabia e falei que Raíssa era quem conseguiria dizer”, disse a menina com exclusividade ao Mais Goiás. Ainda segundo o jornal, ele foi à casa da Raíssa e a encontrou com Daniele, mandou que entrassem num carro e foi ao encontro do Neylor que no momento estava na companhia de Denis. Ameaçados com arma, eles entraram no veículo e e foram levados até o Parque Serra das Areias, onde Neylor, Danielle e Rayssa,  foram executados com um tiro na cabeça.  Denis teria sido assassinado  posteriormente num outro ponto do Parque.

Ficha criminal de Thaygo

Ele responde a vários crimes antes da maioridade, tendo sido apreendido por infrações como assaltar casas e roubar carros. Ainda menor, Thaygo  se envolveu em um homicídio no interior do centro de internação quando cumpriu medida socioeducativa.

Jornalista comenta e exibe fotos dos acusado. Veja no vídeo

Comprovas a acusações, queremos que eles paguem pela crueldade de cometeram. As famílias estão chocadas com o acontecimento e jamais vão compreender o que fizeram com os adolescentes. Parabéns às Polícias (Civil e Militar) pelo trabalho e resposta à sociedade, e torcemos para que a justiça dê seguimento no que couber aos acusados de acordo à Lei.

89 visualizações, 0 hoje

Confusão quase termina em tragédia em Aparecida de Goiânia

| Notícias | 25 de agosto de 2013

Foto meramente ilustrativa
Foto meramente ilustrativa

Foto meramente ilustrativa

Três pessoas foram baleadas em uma área de camping na tarde de sábado (24), no Jardim das Cascatas, em Aparecida de Goiânia. Segundo informações da Polícia Civil, o crime aconteceu após uma discussão por conta de um susposto assédio.

De acordo com a Polícia Militar (PM), um dos tiros atingiu o pescoço de um jovem de 26 anos, as costas de um homem 34 anos, e pegou de raspão em uma jovem de 22 anos.

Os dois homens foram socorridos ao Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). Segundo a assessoria de imprensa da unidade, o ferido de 34 anos já recebeu alta médica. O paciente de 24 anos segue internado, em estado de saúde estável.

Conforme informações preliminares repassadas à Polícia Civil, os feridos estavam com amigos no córrego do camping quando dois homens chegaram ao local. Um deles teria assedia uma das garotas do grupo.

O rapaz de 24 anos teria ido tirar satisfação do homem que assediou a amiga, que reagiu atirando no grupo. Um suspeito foi preso e levado para o 4º Distrito Policial (DP) de Aparecida.

Fonte: G1

91 visualizações, 0 hoje

Jovem e bebê que caíram em cisterna em Aparecida seguem internados

| Notícias | 25 de agosto de 2013

Cisterna com 10 metros de profundidade
Cisterna com 10 metros de profundidade

Cisterna com 10 metros de profundidade

Continua em estado grave a adolescente de 17 anos que caiu em uma cisterna de 10 metros de profundidade no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia, segundo a assessoria do Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). Após o acidente, a vítima, que estava grávida de sete meses, passou por uma cesariana de emergência.

O recém-nascido também permanece internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia. De acordo com boletim médico, ele respira com a ajuda de aparelhos.

A queda aconteceu no domingo (18), na casa onde a adolescente mora com os pais. De acordo com familiares, ela ajudava a limpar a casa para realizar o chá de fraldas do bebê. Ao subir em cima da cisterna para varrer a área, a tampa quebrou e a garota caiu. Por causa do acidente, ela sofreu traumatismo craniano.

A adolescente ficou por cerca de vinte minutos dentro do poço, até que conseguiu ser resgatada pelo Corpo de Bombeiros. Durante este tempo, um vizinho ajudou no socorro.

“Ele desceu o buraco e ficou segurando ela lá dentro até os bombeiros chegarem para resgatá-la. Foi o que ajudou no momento ali pra ela não morrer na hora”, relata Jânia Marin de Sousa, tia da garota.

Um vídeo registrado por um internauta do G1 mostra a dificuldade enfrentada pelos bombeiros para retirar a jovem da cisterna.

Fonte: G1

101 visualizações, 1 hoje